Eu e você

12 junho, 2008

Uma pequena poesia, feita por mim, para o meu amor, Cléa. Não são palavras soltas e feitas só pelo dia de hoje, mas sim, a confirmação do que tenho vivido já a 7 anos, junto com vc.

O tempo voa, livre, solto no espaço

Limitado pelo tempo que tenho,

Pois a vida, infinita, finda um dia.

Que trago no peito, senão teu amor?

Que me cura, a solidão que insiste em doer.

Alívio saboroso, teus beijos

Analgésicos, gestos suaves no ar,

Teus carinhos, afagos, tragos de afeto,

Embebendo minh’alma na sua,

Como uma só, sendo duas.

Por onde andavas, que eu não te via?

Por onde ias, que eu não te acompanhava?

Na realidade, isso não importa mais

Pois pela liberdade, prendemo-nos

Em sentimentos nos enlaçamos,

Para eternamente viver, juntos,

Até que, enfim, nos leve a morte

Para longe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: