Indignação, indigna nação.

13 junho, 2008

Que eu não perca essa indignação

que provoca a mudança

No meu gesto, no meu medo

No meu modo de pensar.

Que esse grito preso na garganta ache o seu lugar

Que eu me lembre que existem

muito mais do que dois lados

Em qualquer historia

E que o meu olhar capture

Muito além do que os olhos podem ver

Que não coloque minha confiança

Em homem algum

Mas que minha memória

Seja inundada

Sobre a real razão da minha esperança

Que essa inquietação

Me desperte

A viver diferente

Que eu não me conforme com quem sou hoje

Que o egoísmo do outro

Não me impeça de crer

E que esse turbilhão que corre aqui dentro

Deságüe num lugar calmo

E que tenha algum proveito

Que essa indignação boa

Não deixe de me perturbar

Que minhas mudanças

Sejam firmes

Que cada voto seja cumprido

E que quando essa inquietação que sinto hoje passar

Me venham mais um milhão de inquietações

C.

Uma poesia da minha amiga Cibele, pra refletir, descontrair num dia como hoje, afinal, é sexta feira 13.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: