Pós-modernidade e ermitões

11 julho, 2008

Li uma reportagem que me deixou intrigado. Fala de certo homem, de aproximadamente 50 anos que foi encontrado em sua casa, com uma vasta cabeleira de 3 metros, meio atordoado mas consciente de tudo que estava acontecendo.

Sua mãe, uma senhora de 76 anos, estava morta, sentada em uma poltrona. Tudo teve início porque os vizinhos não viam a senhora pela rua, havia alguns dias, então decidiram chamar a polícia. Segundo os mesmos, Michel, o homem ermitão, decidiu  desde os 14 anos viver fora da sociedade. Leia mais sobre essa história, clicando aqui.

O que eu acho de interessante nesta história? Ainda existem ermitões. Para quem desconhece o termo, vou explicar. Ermitão ou eremita, é uma pessoa que vive no ermo por penitência, ou seja, isola-se do mundo para não cair em tentação ou pecar.

E o curioso, é que a pós-modernidade faz isso com as pessoas. Temos tanta liberdade, podemos ter tantos tipos de pensamentos livres em relação a tudo, somos tão relativos, que criamos um mundo próprio paralelo ao mundo real. É como se cada pessoa tivesse uma matrix própria.

Lembro de desenhos como O fantástico mundo de Bob e Calvin e Haroldo, onde os personagens principais são crianças que fantasiam uma vida que eles não tem, ou criam relacionamentos com pessoas inexistentes. Podemos dizer que é um princípio de vida virtual.

Nos isolamos dentro de nós mesmos, criamos espaços internos e até mesmo, externos, próprios e singulares, onde qualquer invasão, seja de quem for, é prejudicial, segundo nossas normas internas individuais de conduta. Cada ser é um país. Cada indivíduo, um cosmos. Nos tornamos tão individualistas e virtuais, que até mesmo, nossa compreensão do mundo tem sido afetada.

Esquecemos de valores como amizade, educação, respeito, fidelidade, verdade, tudo isso é relativo e volátil hoje. Somos uma geração que visa o respeito a toda forma de pensamento, não queremos julgar ninguém ou suas idéias. Mas isso é burrice e idiotizante.

Estamos cada vez mais, próximos de um caos. Porque temos medo de invadir o terreno alheio, de constranger as pessoas com nossas idéias. Não há mais diálogo. Não há mais discussões. Tudo é permitido, mas ao mesmo tempo tudo é proibido.

E os evangélicos estão se tornando cada vez mais, seres extraterrestres afetados com uma fé idiota e absurdamente pós-moderna, mesmo sem saberem o que significa isso. São ermitões, fechando-se em castas clericais “poderosas” e “ungidas”, onde qualquer contato com o mundo exterior é um pecado mortal. Há um consenso geral errado, pobre e medíocre sobre vida consagrada, sobre o que é verdadeiramente o cristianismo. Essa é uma história a parte, que merece um novo post mais para frente.

Cadê a geração que levantava bandeiras, gritando palavras de ordem do tipo: É proibido proibir?! Onde está a liberdade de expressão e a democracia das conversas? O choque de idéias é que traz maturidade. Os conflitos é que nos trouxeram até aqui, como seres racionais. Como eliminar o combustível do crescimento do pensamento humano e suas relações?

Deixo no ar essas perguntas.

6 Respostas to “Pós-modernidade e ermitões”


  1. Acho que relativismo não é característica da pós-modernidade.

  2. luna Says:

    Grande Kfé…..
    não posso alegar que seja ou que não seja, não sou profundo estudioso nisso, mas pelo menos tenho visto a ação do relativismo ao meu redor, e principalmente dentro de algumas igrejas, tb não é o relativismo o ponto principal deste texto, mas sim, o isolamento do contato humano…de repente não fui muito claro nisso…
    mas de qualquer forma valeu pela participação…

  3. carloshleonel Says:

    Oi,Luna!
    Achei teu blog no blog de Ci e, claro, vim dar uma olhada!😉

    Quanto a esse post, especificamente, é meio louco tudo isso!
    Esse monte depossibilidade e liberdade que acabam se tornando prisões!
    Mas o que realmente me chamou a atenção não foi esse post, mas o que pode nascer do fim deste qdo vc fala sobre “os evangélicos estão se tornando cada vez mais, seres extraterrestres afetados com uma fé idiota e absurdamente pós-moderna” …ficou em mim a dúvida:”será que eu me enquadro nesse esteriótipo de Luna? E na verdade, até onde vai esse conceito dele ou até mesmo qual é , trocando em miúdos, o conceito que ele quer dar?”

    faz logo outro post só sobre isso e eu venho ler e me posicionar dentro de seus connceitos e tomar posição com os meus próprios conceitos!😉
    E viva a diversidade de pensamentos! hehe

    Carlos Henrique

  4. luna Says:

    Grande Carlos Henrique…

    claro, em breve vou trocar em miúdos o que eu disse, mas se vc quiser, já ir esclarecendo, pode procurar no meu blogroll, alguns blogs que falam sobe o assunto, tem o blog do sandro baggio, o tomei a pílula vermelha, igreja emergente, o do ricardo gondim, etc…

    fique a vontade para opinar e dar sugestões.

    Abração

  5. carloshleonel Says:

    ah…
    bem que eu pensei mesmo q essas idéias eu já tinha visto/1
    eu já passei um tempo, uns anos atrás, lendo textos de Ricardo Godin…
    e tb achei sabe-se lá como , acho q no orkut, uma comunidade sobre a igreja emergente [ isso tb já faz um tempo] e fui no site deles e li algumas coisas sobre eles tb!

    Mas com nenhum deles eu concordo muito!
    Deixei de ler Ricardo godin pq sempre acabava de ler o texto e tava com raiva dele! hahaha
    E sobre a igreja emergente eu li pouco e achei meio sem chão…
    Tb não me aprofundei a ponto de ter uma opinião firme e fundamentada!

    Mas obrigado pelas dicas aí!😉

    Abração!

    e tou ansioso pelas SUAS explanações nesse post!😉


  6. […] com uma fé idiota e absurdamente pós-moderna, mesmo sem saberem o que significa isso.” – (Pós-modernidade e ermitões). E fui questionado sobre o que eu queria dizer. Confesso que naquele momento apenas expressei […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: