Ignorância: benção ou maldição?

1 setembro, 2008

Estava lendo o excelente texto de minha amiga Cibele, aqui, e me fez lembrar do texto de Paulo em Romanos e gostaria de refletir sobre.

Em resumo, no texto de Romanos 7, Paulo discorre sobre a lei e a graça (pra variar), que morremos para a lei e nascemos para a graça (se quiser ler o texto todo, clique aqui). Mas o que tem a ver os dois textos? Cibele refletiu sobre a questão da verdade e a ignorância e Paulo, fala sobre o fato de que a lei só veio mostar o que é o pecado, em outras palavras, a lei não salva!

A lei foi reflexo do que viria, que é a Graça. Ela apenas nos diz o quanto somos pecadores e como nunca, por  nossa força, conseguiríamos alcançar o favor de Deus. Paulo nos diz que somos ignorantes e a lei veio nos mostrar o que é e o que o pecado pode trazer para nossas vidas: a morte.

Ai surge o entroncamento dos dois textos. O que é melhor, continuar na ignorância ou no conhecimento da verdade, sendo que essa verdade pode nos levar a vida ou a morte? É melhor o estado da ignorância do que o do conhecimento? De forma alguma, haja vista que mesmo sem saber do pecado, pecamos. Mas Paulo continua sua explanação em Romanos 8, alertando sobre a lei da Graça e do conhecimento, que gera em nós a esperança da Vida.

A melhor ilustração que tenho para essa situação é esta: somos como bebês, que não tem noção dos perigos, e que pela curiosidade, vamos colocar a mão no forno quente. Nossos pais nos alertam, que se por a mão ali, podemos nos ferir. A partir de então, temos uma noção do que pode acontecer se colocarmos a mão no forno, mas nossa curiosidade é maior, e assim, nos queimamos. Nesta história, nós somos os bebês, a lei nossos pais e o forno o pecado. Ai você me pergunta: onde está a graça?

Nos nosso pais! Assim como eles nos avisam dos perigos, eles também nos salvam e curam nossas feridas. Portanto, da mesma forma que a lei foi gerada em Deus, para nos mostrar o pecado, a Graça também é gerada em Deus para nos salvar do pecado. E é através do Espírito Santo, que tomamos conhecimento da Graça. Porque como Paulo cita, um dos textos mais comentados dele, “A letra mata mas o Espírito vivifica”.

Quero ser sempre, alcançado pela Graça de Deus.

Uma resposta to “Ignorância: benção ou maldição?”

  1. cibeletenorio Says:

    Bispo,
    Estamos descontruindo tudo para depois de questionarmos cada vírgula dessa fé, ela ressurja em nós ainda mais forte. E isso, pelo menos comigo, não é só a descontrução de questõe sligadas ao cristianismo, mas sobre quem sou e sobre o ligar do outro na minha vida. Livre desse cativeiro, ainda me assusto ao descobrir que as coisas não são como um dia pensamos e que aquele que um dia nos fez suspirar na verdade não é tão bom assim. Que susto.. Mas um susto necessário. Abaixo à ignorância!
    C.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: