Psicodelicamente

8 setembro, 2008

Eu não consigo ver nada, não consigo respirar.

Será que ainda estou vivo? Será que ainda consigo pensar?

Mas minha mente funciona, na realidade, estou divagando

devagar e sempre, mas continuo andando.

Não consigo sentir nada, não consigo tocar.

Será que estou vegetando?

Graças a Deus, nunca fui vegetariano.

Mas meu estômago ainda funciona,

ainda consigo me alimentar, na realidade, estou apenas degustando,

detestando de goela abaixo, coisas sem tempero e sem sentido,

duras de engolir, que vocês vão me passando.

Eu não consigo pensar, não consigo ouvir.

Será que sou humano?  Será que Deus existe?

Vocês apelam pra tantos santos, que Deus tirou férias e foi viajar.

Agora vocês choram, pedindo ajuda,

mas não sabem pra que santo reclamar.

Eu não consigo falar, não sinto cheiro nenhum.

Será que a vida é podre? Ou será que nós a tornamos assim?

Na verdade, estou fora de mim, estou fora daqui,

perto de qualquer lugar.

Sem nada pra fazer e sem precisar provar nada pra vocês.

Eu não sou santo, graças a Deus,

sou apenas uma imperfeição perfeita.

Não por acaso criado, apenas um acidente, mas, planejado.

Eu sinto pena de vocês, que pensam ser muita coisa.

Eu prefiro errar na tentativa do acerto,

do que viver errando, achando estar certo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: